6 de abril de 2010

Conclusões

Cheguei à conclusão de que a vida é muito curta pra perder tempo se preocupando com coisas tão pequenas.

Hoje estamos aqui, amanhã não sabemos e o quê podemos perder tentando fazer deste, um dia melhor?

Não estar nem aí pro que pensam ou deixam de pensar à nosso respeito e lembrar que a maioria das convenções não me servem pra nada. Brincar, se tiver vontade de brincar, contestar, se tiver vontade de constestar, falar por falar, se assim quiser.

Como a mãe que deixou os seus filhos, assim, do nada, de repente...aneurisma, simplesmente uma dor de cabeça e puf! Uma veia no seu cérebro explodiu. Vinte e oito anos. Será que ela imaginava que no dia seguinte não estaria mais ali pra cuidar dos seus filhos?

Será que ela disse tudo que tinha pra dizer? E os planos que ela tinha? Quem vai realizá-los?

Não quero mais deixar pra depois e decidi que não estou aqui pra agradar ninguém. Agora, pra mim, tudo tem que ser hoje! Amanhã? Só Deus sabe...

6 comentários:

Larissa L. disse...

isso aí Isa, só valoriza a vida de verdade quem consegue perceber que cada dia tem de ser visto como o último, pois nunca se sabe o que o amanhã nos trará!
muita sorte na sua caminhada!

beijos!

kika disse...

Adorei texto!

Amy disse...

I appreciate your PO very much the picture with the article. Continues to refuel!!

somebody disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Dudá S2 disse...

Concordo muuito com vc! Desculpa me intrometer aqui do nd mas gostei mtu do q vc escreveu :]
BJ

Isa disse...

A todas,

obrigada pela visita e pelos comentários! Voltem sempre!

bjão