19 de agosto de 2008

Avizinhando...afe!

Tenho problemas sérios com vizinhos.

Aliás pelo que ando lendo nos blogs alheios, muita gente tem. Sorte, que não os mesmos tipos de problemas, minha irmã que o diga.

Não me considero uma pessoa anti- social, mas pra mim vizinho serve para um bom dia, boa tarde e boa noite no máximo.

Meus problemas com vizinhos começaram bem cedo, tinha uns 5 anos mais ou menos. Morávamos nos fundos do quintal de um casal de velhinhos, sem filhos e bem simpáticos. Ocorre que o velho era aposentado e hiperativo, nada fazia esse homem parar quieto. De vez em quando dava na telha dele de fazer umas reformas no quintal e minha mãe ficava possessa, pois a sujeirada sobrava pra ela. Fora que nós tínhamos que lidar com os ataques de fúria dela limpando cimento e entulho, não poder brincar no quintal pra não levar sujeira pra dentro de casa e as reclamações noturnas nas orelhas do meu pai.

Um dia, me enchi e fui falar pro senhorzinho que minha mãe não gostava das "reformas" dele. Pronto!!! Maior rolo, o homem foi tirar satisfações com ela e por pouco não levei a maior surra!!!

A partir daí, vizinhos não têm minha simpatia.

Na adolescência, era a Vaneide (nome fictício, para preservar a identidade dos envolvidos...rsrs...)uma vizinha que morava na calçada, é na calçada mesmo, acho que ela só entrava dentro de casa pra comer e dormir, pois o resto do dia era na calçada, xeretando a vida dos outros, que ela passava o dia. AFE!!!

Mas o que superou todos, foi um tiozinho que mora em frente da minha casa atualmente. O motivo de tanta aversão? Uma escadinha. Acredita que ele "passou a mão" numa escadinha de alumínio que eu ganhei de presente de casamento!!! Meu marido esqueceu ela em casa, durante a finalização da construção, dias antes de nos mudarmos e o engraçadinho de dedos leves, levou a escadinha embora.

O pior é que o cara-de-pau, tem coragem de deixar "a minha escada" na garagem, pra todo mundo ver sem a menor cerimônia.

O que mais me irrita é que não incomodo ninguém, não dou festinha na garagem até as tantas com o karaôke ligado e o cunhado cantando "La Bamba" bêbado, não "passo a mão" escadinhas alheias...

Quer saber, na próxima encarnação serei fazendeira, cada vizinho a 20Km de distância, no MÍNIMO!!!

3 comentários:

Dani disse...

Terá que se contentar com dúzias deles no próximo mês...e por uns bons anos...rs

Bju!

Isa disse...

ave, não me deixa cruzar com aquela velhinha de novo!!!

somebody disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.