27 de agosto de 2009

Só humana

Rebaixada à condição de reles humana...sem poder, sem controle, sem força, sem vontade, sem ânimo...

Percebi que, alheio à nossa vontade, o mundo gira e mesmo que tenhamos tudo sob controle, não controlamos droga nenhuma.

Nossos dias seguem sem rumo, sem pedir licença, apenas vão...em frente...atropelando tudo e todos que cruzarem o nosso caminho. Sem dó, restando apenas a dor...

A dor de ser humana, a dor de não poder resolver, a dor de não poder decidir, a dor de não coseguir realizar sonhos, mesmo depois de tanto esforço, de tanta luta.

Mas a vida continua e mesmo que as quedas diminuam o ritmo, diminuam a sede da vitória...espero ter forças pra começar tudo de novo, um dia...

Um comentário:

somebody disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.