5 de janeiro de 2010

Momentos finais

Aí você decide passar o Natal com a família na praia. Litoral norte, praias maravilhosas, aquela muvuca, muita coisa, muita mala, muita comida.

A bebezinha mais gostosa do mundo de biquini, o resto da família que não passou na fila da melanina e portanto, depois de torrarem no sol, azedaram o passeio no 3º dia, incluindo o seu cunhado novo, o seu marido e sua irmã brancos que nem folha de sulfite, implorando pra ficar em casa ou pra chover, humpf!

Isso, tirando sua irmã do meio achando que tinha entrado bandido na casa quando ouviu passinhos sorrateiros de um quarto para outro de madrugada...essa parte é melhor pular. E o maldito trânsito da subida.

Deu pra sobreviver....Brincadeira! Fora os branquelos queimados e o trânsito, o resto foi maravilhoso!

Aí você decide passar o Reveillón na casa de seus pais no interior. Comida de mãe, familia toda reunida novamente, a mesma bebezinha gostosa causando pela casa...

Tudo são flores? Claro que não! Tem a sua mãe implicando com a banheira da neném jogada no banheiro, tem sua irmã implicando com sua blusa, tem sua mãe brigando porque seu pai só faz bagunça...

Tem o colinho da tia Isa que é o mais doce de todos, tem as mulheres fazendo sobremesas gostosas para a ceia, tem risada, tem o cunhado novo pra gente alugar, tem bronca, tem cara azeda, tem abraço, tem carinho.

Tem bom vinho, tem irmã com crise de risada depois de umas tacinhas a mais, tem churrasco no almoço do dia 1º, tem tio, tem primo, tem outra bebezinha mais lindinha. Tem todo mundo cochilando largado no chão da sala depois de tanto comer.

E aí, depois de tudo isso, você só pensa em como é sortuda, pois a sua família não é perfeita, mas sem ela, 2010 não chegaria com tanta graça!


3 comentários:

Dani disse...

Mas que a blusa era batida, era...

Ou talvez eu estava com a memória da praia ainda...

rs

Isa disse...

humpf!!!

somebody disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.